Minha história com a TPM e o Óleo de Prímula

Desde a escola, quando aprendemos sobre o ciclo menstrual, somos apresentadas à TPM como uma fase horrível para a mulher.

Sobrevivi 11 anos super de boa com a TPM. Cheguei até a achar que muitas amigas/conhecidas exageravam quando falavam aquela fatídica frase: “Minha TPM tá me matando!”. Mas, cada corpo é um corpo. Nosso organismo muda conforme as adversidades da vida.

Hoje, 12 anos após o meu primo ciclo, posso dizer que: “SIM, a TPM quase me matou por meses!”   [shyy]  – Assim que completei 23 anos, parece que uma “chavinha” virou no meu sistema hormonal e eu me tornei refém da TPM. Pior: Fiquei por meses acreditando que as minhas atitudes durante o período era apenas meu emocional ansioso falando alto demais! #Errou

Claro que a ansiedade só ajuda a piorar as coisas mas, a Tensão Pré Menstrual deus as caras com toda a violência no meu corpo. Chegou botando os dois pés no peito e sem dó fez uma bagunça interna violenta.

Para quem não sabe, durante a TPM, hormônios como progesterona e  estrógeno parecem estar mais “sensíveis” e causam uma rebuliço enorme no sue organismo. Os sintomas principais são: Cólicas, dor de cabeça, dor nos seios, irritabilidade, ansiedade, tensão, fadiga, insônia, esquecimento, retenção hídrica e ganho de peso.

Agora, imagine tudo isso que citei, de uma vez só e por uns 14 dias, sem parar. OU MELHOR: Nem imagine! É horrível. É terrível. E no emu caso, o plus da ansiedade só fazia eu me sentir pior.

Parecia uma bipolaridade. Eu acordava transformada!
No mesmo dia eu sentia dores terríveis nos seios, uma vontade absurda de comer até as paredes (mesmo tendo bariátrica) e, o pior de tudo: Eu não conseguia segurar minha reatividade e emoções. Era grossa e estúpida com qualquer pessoa gratuitamente, em seguida, chorava por motivos que vinham à tona na minha cabeça e criavam uma espécie de paranóia.

Bom, cheguei a um ponto que não estava mais dando para ser uma pessoa social por conta dessa dupla TPM+Ansiedade.
Foi então que comecei a pesquisar tratamentos naturais para isso. E, encontrei o Óleo de Prímula!

Bem, antes de contar o que é o Óleo de Prímula, quero esclarecer que: Antes de tomá-lo, eu consultei a minha ginecologista e ela super me apoiou na decisão de usar o fitoterápico como uma ajuda para amenizar os sintomas.

Estou dando esse relato após sobreviver a 2 TPMs:

Essas cápsulas são o Óleo de Prímula que eu tomo.

O Óleo de Prímula tem uma  grande quantidade de ácidos graxos essenciais, aqueles que o nosso corpo não consegue produzir, especialmente o ácido gama linolênico (GLA). Esse ácidos ajudam a regular os hormônios femininos!  [palmas]  [palmas]

Passei a tomar 1 cápsula todos os dias de manhã e posso dizer que sou outra pessoa durante a TPM. Não senti dores nos seios, não senti inchaço e o melhor de tudo é que a irritabilidade foi muito bem controlada. QUE HINO!
Não sinto mais o meu humor mudar repentinamente, não sinto mais as sensações horríveis de ansiedade que dá vontade de chorar sem motivos.

O Óleo de Prímula é um tratamento fitoterápico, você encontra em diversas farmácias.

Se você tem algum relato sobre a sua TPM e o tratamento que você faz, me conte aqui nos comentários!
Quanto mais informações trocarmos, melhor!

Se gostou do post, compartilhe com suas amigas.
Beijinhos,

Você também pode gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *