Atuais vícios de inspiração

Vira e mexe, mexe e vira, eu apareço aqui no blog falando de pessoas que me inspiram. Não é mesmo?

Ultimamente, existem dois seres-humanos que andam levando meus níveis de sonho empreendedor ao máximo. São eles: André Pilli e Ale Garattoni.

Vou falar de cada um individualmente e os “por quês” que me inspiram.

André Pilli
Conheci por um acaso. Conheci num dia de ansiedade procurando coisas sobre Nova York nas vésperas de ir passar as férias lá.
Na primeira vez que me deparei com um vídeo dele fiquei de boca aberta. 35 minutos depois eu ainda estava de bao aberta assistindo ao 10º vídeo dele no dia. Exagero? Nenhum quando você assistir e comprovar que o cara é o futuro do audiovisual.

Ainda não tive a honra de conhecer o Pilli, mas sinto que esse encontro está próximo e vai acontecer.
Venero o trabalho dele e a história de vida mais ainda. Ele é um cara que, assim como eu, também morou em NY… Viveu de perto o sonho americano e pode criar muita coragem para mergulhar de cabeça no seu projeto visual.
Resumidamente, o Pilli largou a faculdade na New York University e voltou para o Brasil para abrir sua própria produtora. Resultado dessa loucura? Um job mais foda do que o outro!

O cara é meu ídolo! As pessoas que trabalham comigo sabem o quanto eu vibro com cada vídeo que ele posta. A qualidade é impecável. Assistir, ouvir ele falar e entender muitas das coisas que ele viveu, me dá vontade de querer fazer mais e fixar na minha mente que a palavra “desistir” jamais existirá.


 

Ale Garattoni
Já falei da Ale várias vezes aqui no blog. Sou fã do trabalho dela desde quando descobri o livro It Girls, na qual foi um marco fashion na minha vida. Tudo o que eu entendo de moda, aprendi alí! Meus agradecimentos públicos pelo ensinamento, Ale!

Dessa vez, preciso ressaltar o Instagram chamado AmoBranding que é administrado pela AgBranding, a agência da Ale Garattoni que, como o próprio nome já diz, trabalha com brading, PORÉM, não é o branding de empresas, e sim o pessoal. Como numa espécie de coaching, a Ale dá cursos aqui em SP e no RJ falando sobre como você deve se tratar como empresa, como você deve elevar o seu nome no meio social e trabalhar seu lado profissional e empreendedor.
Eu ainda vou fazer um curso dela, acredite! Meu Sonho!

No Instagram do AmoBranding, o que mais me deixa fascina são os posts que aparecem assim, sorrateiramente na minha timeline, mas que me deixam pensativas por uns bons minutos e até me fazem querer, sair do Instagram, ir para o meu Keep no celular (quem tem Android sabe o que é Keep hahaha!) e anotar todas as idades possíveis e imagináveis para o blog.

Vale a pena você seguir > @AmoBranding

E aí, o que anda inspirando você? Conta pra mim!

Espero que você tenha gostado. Compartilhe com as amigas!
Beijos,

Continue Reading

O estilo da Eliana

Preciso admitir que sempre gostei muito da apresentadora Eliana e, quando criança, era tão fã que meu sonho era ir ao programa dela!

Assim como existem pessoas que, mesmo com o passar do tempo, ainda gostam MUITO da Sandy, eu ainda gosto MUITO da Eliana. Juro, não perco um programa dela de domingo no SBT e, mesmo quando ela ainda estava na Record eu assistia sempre.

O que eu sempre admirei nela, ainda mais nesses últimos 5 anos, é o estilo. Gente, a mulher se veste muito bem! Não sei quem faz o styling dela porém, merece todas as palmas de parabéns! Ah, e não só as roupas mas, o cabelo e a maquiagem são sempre impecáveis. Eu assisto os programas só para ficar olhando os looks dela e claro, babando nos Louboutins que ela desfila a cada domingo. Tiro atrás de tiro!

Veja só se eu não tenho razão quando falo na maquiagem bapho dela, olha:

estilo_eliana

Essa foto é do programa que foi ao ar dia 25 de Setembro, ou seja, ela já está seguindo as tendências que apareceram no NYFW: BRILHO! A onda dos mattes deu uma desacelerada e abriu vez para o brilho. Gloss e batons com acabamento acetinado são a bola da vez e a Eliana já usou certinho! E ainda por cima combinou com a cor do esmalte. Como não amar essa mulher? HAHAHA!

Um Smoked Eye suavíssimo finalizado com um gatinho delicado e uma sobrancelha perfeitamente pigmentada para dar suavidade ao tom da pele. Sério, eu tô in love por essa make!

A Eliana consegue ficar bonita usando uma calça jeans até um macacão pantalona chiquérrimo.

Para quem não sabe, ela possuí um site/blog chamado DaquiDali e eu estou sempre acessando. Por conta disso, separei alguns looks que achei dela por lá e que eu claramente já queria ter no meu guarda-roupa e decidi mostrar para vocês, confira:

estilo_eliana_1 estilo_eliana_2 estilo_eliana

Repare bem que ela repete algumas vezes o mesmo Louboutin de cor nude. Essa é a prova real de que podemos repetir uma peça de roupa em diferentes combinações e sempre estaremos impecáveis.

Sempre admirei a Eliana pelo trabalho na televisão e o cheio divertido dela porém, quando descobri a grande empresária que ela é, dona de editora e outros segmentos, fiquei CHOCADA e passei a admirar ainda mais! Ela é uma verdadeira Girl Boss!

Espero que tenha gostado. Não esqueça de comentar!
Beijos,

Continue Reading

Filmes, negócios e vida pessoal.

Sabe quando sua amiga posta algo que você está exatamente pensando naquele segundo?
Pois é, a Flávia (ela já apareceu em outros posts aqui do blog) postou o conteúdo abaixo em Fevereiro e eu, desde então, fiquei pensando, pensando, pensando…

filmes

Sou o tipo de mulher que, desde criança/adolescente assistia filmes em que a protagonista era também uma mulher porém, bem sucedida, com uma vida extremamente corrida e badalada. Assim, descrita como a própria Flávia disse acima.

Eu era vidrada em filmes em que a história mostrava essa atmosfera “business woman” e tudo mais. Os filmes me influenciaram. E muito!

Quando comecei a trabalhar fora, fazia de tudo para que meus dias fossem de agenda cheia. Mil coisas a fazer, compromissos, cursos, reuniões e claro, sempre correndo. Correndo loucamente e com o celular na mão, querendo resolver e-mails e outros problemas através dele.

Resultado: Eu corri em vão. Na verdade, eu corri sem direção!

Além de, assim como a Flávia, descobrir que ter essa vida insana de correria não valia um segundo a pena, eu cheguei antecipadamente ao status de “decepcionada”.

Por que? Porque eu via nesses filmes (e até na própria vida real) pessoas extremamente jovens, com no máximo 25 anos, e com um império conquistado. Ou seja, botei na minha cabeça que, antes dos 25 eu deveria ser uma pessoa reconhecida por um grande feito, ~ser alguém~ na vida…

Mas espera aí! Quem eu quero ser se nem eu sei quem eu sou? – Foi aí que eu acordei e liguei os pontos.

Querer ser alguém e “inventar” ter uma vida corrida, não me levava a nada! Eu precisava, primeiro, reconhecer e conhecer quem eu realmente sou, quais são minhas qualidades, experiências e qual é o meu objetivo.
Aí sim, a partir daí, ajustar a minha vida a isso e caminhar para conquistar algo.

Hoje, sinto que estou com a cabeça no lugar e correndo loucamente na direção certa, pois tracei um objetivo e estou mirando nele.

E sabe o que eu percebi? Que até nos filmes que eu assistia, a personagem também passava por uma fase de “choque de realidade” em que percebia que, aquela correria toda, sem direção, era desnecessária. Coisas passavam pela sua vida pessoal e ela nem percebia. Preservar momentos de alegria, carinho e conversa com pessoas que fazem parte do seu circulo familiar e de amizades é algo muito importante.

Ser girl power, girl boss, business woman e derivados do mesmo é o meu objetivo! Mas, jamais esquecer que por trás dessa pessoa poderosa bate um coração cheio de sentimentos.  [heart]  [pinkheart]  [heart]

girl_boss

Espero que tenha gostado. Não esqueça de comentar!
Beijos,

Continue Reading

Quem quer: FAZ!

Ajuda é bom. Aliás, é ótimo!
Mas um pouquinho de esforço não faz mal a ninguém.

large

Sou do tipo de pessoa que gosta de desafios, que cria projetos mentalmente e que está sempre numa correria frenética. Digamos que sou viciada em trabalho, ou seja, tudo que eu faço vira um evento, um compromisso.

Desde que comecei o blog eu levo tudo o que faço aqui muito a sério. Quando entrei para o mercado de trabalho eu fixei na minha mente que eu deveria aprender tudo que estava a minha disposição e dar o máximo de mim, não importa o cargo que eu tivesse. Fazer acontecer mesmo que eu seja uma simples estagiária.
Com isso eu aprendi a valorizar absurdamente o meu trabalhado fazendo com que as pessoas achem tudo o que eu faço O máximo, mesmo que seja algo extremamente simples, porém, eu faço se tornar algo especial.

Comecei a trabalhar muito novinha. Sempre corri atrás de tudo sozinha, sempre fui muito adulta.

Quando alguém mais novo do que eu ou até da mesma idade começa a falar que não consegue nada na vida ou que não tem “sorte” eu fico apenas extremamente chocada e penso: “Meu Deus, eu não tive sorte, eu tive que ralar muito para conquistar tudo o que conquistei para chegar até aqui! Porque você não faz o mesmo?”

Sabe aquele velho ditado: “Quem quer: Faz. Quem não quer: Arruma uma desculpa” ? Ele faz todo o sentido para mim. Afinal, de tanto querer eu FIZ!

Se você almeja muito fazer alguma coisa e está aí, sentada, esperando o desejo cair do céu… Meu amor, se cancela dessa vida porque não está fácil!
Com toda a tecnologia que temos hoje e fácil acesso a internet, só não faz que não quer!

Vamos dar um exemplo bem vivo: Você entrou na faculdade e está sonhando com um estágio, porém nunca trabalhou na vida. O que fazer?
A primeira coisa que vem a cabeça é um curriculum, certo? Pois bem, se você nunca trabalhou, o que vai colocar nele?
Você irá colocar os cursos que já fez. Se não fez nenhum você fará do seu currículum sua mini-biografia, falando sobre você e de todas as sua qualidades.
Vá atrás das empresas onde deseja trabalhar. Vá atrás dos pessoas que trabalham nesses lugares. Aborde-as e diga a verdade: Estou começando, quero aprender, eu posso ajudar!

Por isso eu digo: Jamais espere algo aparecer num passe de mágica! Faça por merece, acontecer e valer! Vá atrás das coisas sozinha, vá pesquisar, vá fuçar, procurar e como diria minha avó: se virar.

Todo mundo pode. Basta querer fazer.

Continue Reading

Dinheiro extra + Comprei e não usei!

Nossa, olha que sapato lindo!
Ai, vou levar! 

[2 meses depois…]

A onde eu estava com a cabeça quando comprei esse sapato de salto, sabendo que eu não aguento nem 5 minutos de salto? E agora? Paguei muito caro e não tenho coragem de dar…

Pois é, quem nunca passou por isso?
Eu tenho o péssimo hábito de ser tomada por uma força maior chamada Preguiça (risos) e que, na hora de provar a roupa na loja, eu me recuso e sempre acho que colocando na frente do corpo, tudo vai me servir.
Então… 40% das roupas que eu compro desse jeito, não dão muito certo. Ou seja, eu gasto o maior dinheirão, acabo não usando e depois fico com dor no coração de dar para qualquer um essa peça que eu paguei caro.

bracho_faculdade

Seja com roupas em geral, sapatos, bolsas ou até aparelhos de ginástica (aaaah, quem nunca pensou em ter uma esteira e aí, num passe de mágica, ela virou guarda-roupa na sua sala? hahaha #morta). Tudo o que você compra, não usa e fica encalhado, pode ter um fim… Sim, e um final feliz digasse de passagem.

Esse fim se chama:  VENDER!

Vou te uma dica valiosa, anota aí:

Existem milhares de bazares e/ou brechós pelo Facebook. Sério, a rede social mais acessada do mundo também pode ser um canal de venda.

Eu, por exemplo, participo de grupos no Face que são organizados por meninas de faculdades. Aqui em São Paulo, existem inúmeras universiades, e meio que cada uma delas tem um grupo desse tipo, assim, as pessoas que estudam lá podem vender pelo grupo e marcar de se encontrar na própria faculdade para entregar o produto e pagar.

bracho_faculdade

Funciona assim: Ao entrar no grupo, se você estiver interessada em vender algo basta tirar foto do produto, postar com algum comentário explicativo e informando tamanho, cor (porque na foto as vezes não dá para ver) e o mais importantte: O preço!

Vale ressaltar que: O preço deve ser algo justo, ou seja, nunca cobre a mais pelo o que você pagou de verdade. Se a sua peça foi usada 1 ou 2 vezes, o valor deve ser mais justo ainda. Entende?

Procure no seu facebook por algo do tipo “Brecho XXX (nome da sua faculdade)” se ainda não existir, que tal ser a criadora do grupo?
Aproveite para adicionar todas suas amigas e conhecidas, assim todo mundo pode vender de tudo e a interação vai ser maior.

bracho_faculdade

No final, além de você passar para frente as peças que você não usa e que, para outra pessoa poderá ter muita utilidade, ainda vai sair com um dinheirinho a mais na carteira  [palmas]  [money] Perfeito!

Qualquer dúvida, é só comentar!
Espero que tenha gostado…
Beijos,

Continue Reading