Muffin na Hair Brasil 2017

O que nós queremos? NOVIDADES!

Depois da amada Beauty Fair, a Hair Brasil é uma das maiores feiras do segmento de beleza/cosméticos.
Voltada apenas para cabelos, a HB acontece todos os anos no meado de Abril aqui em São Paulo, no Expo Center Norte.

Esse ano, à convite da Ikesaki, eu e a Nadia (sim, foi a primeira feira da Nadia e ela AMO! UHUL! Que venham mais e mais), fomos conferir os lançamentos deste ano e todas as tendências.

AVISO: Esse post irá falar sobre a feira em si e um breve resumo. O próximo post será exclusivamente sobre produtos. OK? OK!

Bem comfy, porque não sou obrigada a nada HAHAHA! Cheguei na feira e levei o maior susto! Parecia que ela tinha reduzido a 1/3 do tamanho. SIM! A feira estava menor do que o normal e era nítido. Além disso, não sei se era por conta do feriado mas, tinha pouquíssimas pessoas. Uma visão totalmente contrária da Beauty Fair do ano passado (setembro) na qual tinha tanta gente que era fora do normal tentar andar nos corredores das stands.

Bom, pelo fato de ter poucas pessoas, senti que fui MUITO melhor atendida. As empresas que disponibilizaram espaço blogueira colocaram funcionárias bem atenciosas e com vontade de apresentar os lançamentos. Digo isso porque, quando a feira está muito cheia, tecnicamente MILHARES de blogueiras estarão lá, com isso, algumas stands ficam cheias de mais e o pessoal das marcas ficam malucos com tanta falação ao mesmo tempo.

Consegui conversar melhor, conhecer mais produtos e tudo mais:

Ponto alto da feira: A stand da Ikesaki Digital, criada para receber as blogueiras foi a melhor coisa!
Ali dentro, tivemos palestras e bate-papo. DIVERSAS marcas colocaram expositoras para nos atender e mostrar em primeira mão lançamentos BABADOS e, claro, adiantar que a Beauty Fair vai rolar muito coisa boa. #Ansiosa

Ponto baixo da feira: Eu entendo que BLOG se tornou algo maravilhoso e, ao olhos de alguns, uma mina de dinheiro. O que me irrita, sendo uma “macaca velha” no ramo são as novas blogueiras, sem total noção que, vão despreparadas para a feira (ou seja, sem cartão de visita) e querem a qualquer custo apenas ganhar brindes. BRINDE É O QUE INTERESSA! Poxa, não é assim! [shyy]  São esse tipo de atitude que desvalorizam nosso trabalho.

Bom, espero que tenho gostado desse resumão. Próximo post vem com produtos que chamaram minha atenção e a da Nadia durante a feira. Você PRECISA ver! Anota aí!

 

PS: Quero agradecer publicamente a Nadia por toda a paciência do mundo em me ajudar. Faz muito a diferença ter alguém me assessorando durante o evento. Ela foi impecável!

 

Beijos,

Continuar a leitura

Cia. Marítima para C&A

A marca de beachwear mais babado e querida pelas bloggers and rycas e famosas, acaba de lançar uma coleção em parceria com a nossa amada C&A.

A Nadia Araújo esteve em mais uma missão do blog e foi conferir o evento do pré-lançamento.

cia_maritima_para_cea

cia_maritima_para_cea

cia_maritima_para_cea

Como em todos os eventos da C&A que mostramos aqui no blog, esse não foi diferente: CHEIO!

Mas, é sempre uma delicinha ir neles pois temos a oportunidade de encontrar com outras blogueiras e ver tudo em primeira mão.
Dessa vez, Gabriela Pugliesi (garota propaganda da campanha), Shantal Abreu, Paola Antonini, Mateus Verdelho, as meninas do Steal The Look e outros famosos da internet estavam presentes em um coquetel super em clima de praia.

Segundo a Nadia: “As estampas são bonitas, a qualidade dos biquínis e maiôs são boas. As roupas achei elas com o tecido fininho, mas creio que essa seja a intenção, tipo usar como saída de praia ou coisa assim.”

Segundo a assessoria da C&A as estampas são exclusivas e senguem tendências étnicas e boho. A cartela de cores acompanha os desenhos pensados unicamente: rosas, azuis, verdes e os imbatíveis preto e branco.

A linha é bem completa e conta até com acessórios. Tenho que admitir que sempre quis ter um biquíni da Cia. Marítima porém, acho muuito caro. Acho que essa é a oportunidade de comprar por um preço mais acessível haha!

Olha só as fotos que a Nadia fez:

cia_maritima_para_cea cia_maritima_para_cea_1 cia_maritima_para_cea_2 cia_maritima_para_cea_3 cia_maritima_para_cea_4 cia_maritima_para_cea_5 cia_maritima_para_cea_6 cia_maritima_para_cea_7 cia_maritima_para_cea_8 cia_maritima_para_cea_9 cia_maritima_para_cea_10 cia_maritima_para_cea_11

img_3124

img_3130

img_3134

Espero que tenha gostado!
Não esqueça de deixar seu comentário!
Beijos,

Continuar a leitura

Muffin no Glamour Beauty Festival

A assessora mais legal desse mundão louco de meu Deus, Nadia Araújo, esteve presente no evento mais aguardado do ano realizado pela Revista Glamour e conta tudo em primeira mão. Confira aí:

gbf_1

gbf_2

No dia 19 de novembro compareci ao 1º Glamour Beauty Festival, evento organizado pela nossa revista favorita [heart] . O local do parque temático de beleza, assim batizado por eles, foi no Tivoli Mofarrej, um hotel super conhecido e renomado em São Paulo.
O evento começou as 11h e eu cheguei um pouco mais cedo, para garantir que iria conseguir pegar o acesso as palestras e curtir o evento tranquilamente, já que imaginava que estaria lotado, pois a entrada foi apenas 1 real (como eles avisaram, esse foi um valor simbólico que foi revertido para uma instituição de caridade). Logo na entrada, tinha uma parede de flores brancas com o logo da rosa da Glamour. O evento foi super organizado e a decoração em si estava muito bonita!

gbf_2 gbf_3gbf_4

Os patrocinadores tinham espaço garantido no salão do evento. A Givenchy ficou responsável pela maquiagem e experimentação do Live Irresistible, perfume da linha feminina deles. A Granado estava fazendo Consultoria de Pele e demonstração dos seus produtos. A Carolina Herrera e o Paco Rabanne estavam no mesmo espaço, oferecendo amostrinhas de seus lançamentos, o GOOD GIRL e o LADY MILLION PRIVÉ, respectivamente. A Vult Cosmética ficou com a parte de maquiagem e esmaltação das meninas no evento. A Kaune levou um profissional para fazer demonstração dos produtos nos cabelos das meninas. A The Body Shop levou seus produtos para fazer uma revitalização facial.

Me cadastrei para ver 2 das 7 palestras.

img_3040_2

 

A primeira palestra foi sobre Trends de Cabelo (corte, cor e styling) com os Top Cabeleireiros Celso Kamura, Duda Molinos e Eron Araujo.
Eles falaram sobre as tendencias mais fortes para o momento.
Para os cortes, o nosso querido Long Bob continua com tudo, trazendo muita atitude para as mulheres. O corte que também vem com tudo são os super curtos como o pixie boyish.
Nas colorações, o ruivo veio para ficar, porém vem com nuances diferentes. O Pumpkin Spice é a nova cor que vai dominar os cabelos femininos. Para quem ama as mechas, o contouring é a melhor pedida, pois os reflexos são escolhidos de acordo com a personalidade e estilo da consumidora. Para as que amam ser morenas, a cor mais desejada é o Chocolate Mauve, que dá uma iluminada nos fios.
Para os penteados, a trança e o rabo de cavalo baixo continuam super em alta. O estilo 50% liso e 50% ondulado vem para dar uma diferenciada junto com o Sleek Hair.

O recado final dos experts foi:

Não tenha medo de ousar nos cabelos! Um bom corte e coloração fará você ser lembrada :)

Link da matéria (clique aqui).

A segunda palestra assistida foi a “Beleza de Dentro para Fora” que contou com a Dermatologista Dra. Alessandra Fraga, a Nutricionista Dani Cyrulin e a Personal Trainer Cau Saad. Elas falaram sobre cuidados com o corpo e alimentação, um papo super descontraído e produtivo.

O básico de cada área:

– Nutrição: Comer colorido: Fazer pratos com muitos alimentos saudáveis todos os dias ajudam na saúde do corpo inteiro.
– Dermatologia: Limpeza diária na pele: Lavar, tonificar e usar protetor solar.

O que está em alta em casa área:

– Nutrição: Dieta Detox funciona. E não é a do suco. Fazendo uma dieta acompanhada de produtos sólidos e saudáveis ajudam a limpar o organismo.
– Dermatologia: Preenchimento facial com produtos confiáveis
– Atividade Física: Aeróbico em Jejum

O que está em baixa em cada área:

– Nutrição: contar calorias – muitos alimentos possuem poucas calorias mas são pobres em nutrientes e muitas vezes são ricas em açucar.
– Dermatologia: Exageros em intervenções cirurgicas – Plasticas e correções quando bem feitas e sem exageros, fica bom. Porém tudo há limites.
– Atividade Física: Agachamento e Treino Posterior de Braço – Ambos quando mau feitos são prejuciais a saúde.

Tendencias de cada área:

– Nutrição: exame genético alimentar – dieta específica para o dna da pessoa
– Dermatologia: tratamentos não invasivos para queima de gordura localizada – ex: criolipólise
– Atividade Física: Equipamentos de Corda Infinita (aeróbico para braços) e teste metabólico sobre perda calórica diária.

Elas também comentaram sobre os polêmicos Glúten e Lactose.
A Dani explicou que o glúten brasileiro é modificado, por isso causa tantas reações nas pessoas. O ideal é não comer todos os dias, pois o Glúten causa inflamação nas células e inchaço. Sobre a Lactose, é importante passar com a Nutricionista para descobrir se há intolerância a essa enzima.

Matéria (clique aqui)

Tiveram muitas outras paletras no evento, que podem ser conferidas nesse link (clique aqui)

Na saída do evento, cada visitante ganhava um kit como o da foto, com produtos full size ou amostras dos patrocinadores. :)

whatsapp-image-2016-11-21-at-19-08-19

Minhas considerações finais são: O primeiro Glamour Beauty Festival foi ótimo, não estava tão cheio quanto imaginava que estaria, a organização foi muito bem planejada e os mimos que foram oferecidas as visitantes foram perfeitos!

img_2998

img_3009

Já estou ansiosa para a próxima edição!

Continuar a leitura

Muffin na Pop Plus

Neste final de semana, foi realizado na avenida Paulista o Pop Plus, destinado à moda Plus Size. Expositores de 11 cidades brasileiras, desfiles, aulas de yoga e bate-papos com personalidades do mundo Plus Size marcaram a 14ª edição do evento.

popplus2

O Muffin.Dicas esteve no primeiro dia e te conta o que teve!

– Às 14h do sábado, rolou um bate-papo sobre “O que é ser plus size?”. Com mediação da Rafa Coleho (site Das Plus), a mesa contou com a doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo, Patrícia Assuf Nechar e com a Glenda Cardoso, do blog Curvilíneos. Essa conversa foi MUITO interessante porque entrou naquela questão da indústria da moda considerar o Plus Size como qualquer tamanho que foge do convencional. Muitas vezes o 40/42 já é considerado Plus Size e, querendo ou não, as modelos Plus Size também seguem um padrão de corpo que pode desviar do real. Esse bate-papo foi tão proveitoso que terá um post destinado a ele mais adiante.

popplus3

– Às 16h, a publicitária Alcione Ribeiro mediou uma conversa sobre o mercado de trabalho. Os convidados foram a Vanessa Raya, que é advogada e dona do blog Sapatinho de Cristal, e o Bruno Barreto, relações públicas da BASF. Eu fui achando que seria uma conversa sobre as áreas que as mulheres Plus Size podem sim atuar, meio que derrubando esse estigma de “gorda tem que se esconder”. Porém, para a minha surpresa, a conversa foi sobre os preconceitos (ou não) dentro do mercado em relação às pessoas gordas. O Bruno Barreto contou a história de quando foi contratado pela BASF. Segundo ele, depois do exame médico, ele esperou TRÊS semanas para ser contatado de novo. No primeiro dia, a chefe chamou ele para conversar e explicou a razão da demora:

“Olha Bruno, eu queria te pedir desculpas por essa demora. Durante o exame médico o médico do trabalho te reprovou porque ele falou que você estava obeso e não recomendava a sua contratação. E falou assim: já pensou se ele quer fazer uma cirurgia do estômago?! Quanto tempo ele vai ficar afastado?! E se ele tiver problemas?! Se ele for viajar pela empresa, vai ter que ser só de classe executiva porque ele não cabe na classe econômica.”

A chefe acionou a diretora, que acionou o vice-presidente em Recursos Humanos e o Bruno foi contratado pelas competências e pelo profissional que ele é! Porém, o médico não parou por aí.

“Ele escreveu uma recomendação que eu não deveria visitar nenhuma unidade fabril porque em caso de explosão, de qualquer derramamento químico, eu poderia ficar para trás, eu não teria condições de acompanhar a saída de emergência.”

No final, deu tudo certo. A companhia que o Bruno trabalha desenvolveu uma gerência de diversidade, onde eles tratam de temas das minorias. “Não só a questão do gordo e da adaptação das necessidades das pessoas, mas também a questão de negros, LGBT, mulheres em cargos de liderança e como é que isso tudo é tratado.”

A Vanessa Raya disse que, se sofreu o preconceito por ser gorda, não percebeu. No entanto, ela lembrou que muita coisa ainda é velada. Como ser gorda ainda é motivo de desconforto para MUITA gente e, de fato, existe um tom pejorativo ao redor da gordura, as pessoas evitam qualquer atitude que demonstre essa estranheza.

“Uma pesquisa da Universidade de Michigan fala que dentro desse quadro quem sofre muito mais são as mulheres. Se tiverem que optar entre uma mulher gorda e um homem gordo, eles acabam optando pelo homem.”

Ela mencionou uma pesquisa da Catho que dizia que 68% dos presidentes e diretores cadastrados na plataforma não querem pessoas fora do peso em cargos de presidência e diretoria. Além disso, 10% não quer que as pessoas acima do peso ocupem cargo de gerência ou supervisão.

Depois desses relatos, a Alcione disse algo que é verdade: é desnecessário uma empresa colocar na descrição da vaga que necessita de pessoas com “boa aparência”. O que é a boa aparência? Hoje em dia, ela é totalmente atrelada à magreza, mas isso não depende de cada um de nós? A boa aparência para mim não é a mesma para o resto do mundo!

Os três concordaram que, atualmente, as empresas estão se tocando mais do que pode ou não escrever na descrição de uma vaga. Acima de tudo, elas estão se desligando da questão da aparência e focando nas aptidões – que é o que realmente importa. Claro, ainda não são todas e, sim, existem áreas que realmente não estão prontas. Durante o bate-papo, por exemplo, foi pontuado que talvez nunca exista vagas para aeromoças gordas. O Bruno disse uma frase que eu acho importante de ressaltar e não só para quem é gorda, mas para quem é mulher. Querendo ou não, temos as nossas habilidades e capacidades questionadas diariamente pelo simples fato de ser mulher. “Nós temos que pensar realmente em ser agente de mudança. Dentro das empresas que estamos, provar e se provar cada dia que nós somos sim bons profissionais. Que nós entregamos e que não é uma condição física que vai impedir a gente de ser reconhecido por isso”. Enfim, já dizia Bob Dylan “The Times They Are a-Changin'”.

poplus4

– Às 19h tivemos um bate-papo sobre a imagem gorda na cultura pop. Mediado pela Marília Almeida e com presença de Thiago Borbolla (do portal Judão) e da maravilhosa blogueira de moda Plus Size Juliana Romano (blog Entre Topetes e Vinis). Como é representado o gordo e a gorda em filmes, músicas, livros… enfim, na cultura pop?

É o gordo bobo e a gorda virgem, na maior parte das vezes. Os exemplos que foram muito usados: os papeis de Jack Black, Rebel Wilson e Melissa McCarthy. O gordo e a gorda são retratados como desengonçados, desleixados, bobos. Eles são usados como o alívio cômico da trama. Às vezes funciona (quem não ama a Fat Amy que jogue a primeira pedra), mas não é bem por aí…

A Ju Romano falou sobre o clipe (maravilhoso) de Toothbrush, música da banda DNCE, no qual a personagem principal é interpretada pela modelo Plus Size norte-americana Ashley Graham. E, “pasmem”, ela faz o papel de…. mulher. Da mulher sexy, segura e namorada do Joe Jonas. “Esse, para mim, é o cenário ideal. A gorda estar num cenário onde ela não e a gorda, ela é uma atriz como qualquer outra”, a Ju Romano explicou.

O Thiago reconheceu que a própria Melissa McCarthy está tentando mudar o perfil dos filmes que ela participa. Até porque, como a Ju disse durante a conversa, as atrizes tem que mostrar que não servem apenas para o papel da “gorda engraçadona”. É a velha questão das pessoas se reconhecerem na tela, na página da revista, nas imagens da internet. De se reconhecer e se amparar nas figuras que circulam na mídia.

 

“A cultura pop no geral precisa ser representada em todos os níveis, não só no que a gente vê. É importante a se reconhecer. Tem até uma personagem de um quadrinho independente que é uma gorda de barriga de fora, e fizeram cosplay dela. É isso que é representatividade: é as pessoas poderem se reconhecer, poderem se ver e se colocar naquele ponto” (Thiago).

O Thiago lembrou que MUITAS plataformas online de revistas (especialmente as de fofoca) vivem fazendo matéria do tipo “fulana foi a praia e exibiu quilinhos extras” ou “ciclana deixa celulites a mostra ao sair do carro”. E, no final, essa vai ser uma das matérias que entrará nas 5 mais clicadas. Segundo ele, as pessoas entram por maldade. Para ver que as estrelas não são tão perfeitas quanto aparentam. A Ju rebateu que, apesar de existir uma parcela (que até pode ser a maior parcela), existem as pessoas – como ela – que clicam neste tipo de matéria para pensar “Meu deus! Ela é tão maravilhosa e tem celulite que nem eu! Vamos para a praia, miga!”. Os dois concordaram que tudo depende do tom que for usado na construção da matéria.

popplus5

Depois da palestra, eu conversei alguns minutinhos com a Ju sobre o NYFW e outras cositas más. Queria trazer uma coisa que ela falou e acho que muitas pessoas devem se sentir da mesma forma. A Ju desabafou que foi uma adolescente muito mal representada pela mídia. A  representatividade e a imagem da mulher REAL na mídia talvez tivesse impedido que ela tivesse diversos questionamentos que seguem a vida dela desde a adolescência. “Porque para mim, a mulher bem-sucedida era a mulher magra e todo o resto era o resto. Será que se eu tivesse crescido com a imagem da mulher poder ser vários corpos, alguns questionamentos que a gente se faz sequer seriam questionamentos?”.

O Pop Plus tem várias edições por ano. Além de palestras como essas que eu descrevi no post, tem muita roupa linda para comprar, desfiles de marcas Plus Size, DJ, aula de Yoga, poesia, dança e muito, MUITO empoderamento. O interessante de ir ao evento é que a atmosfera te empodera. Está nas araras, nas pessoas, e em cartazes maravilhosos espalhados pelo salão. A próxima edição será realizada ainda em dezembro de 2016.

popplus1

*Este post foi produzido por Nanny Cox

Continuar a leitura

Transformação com Felps

Felps, obrigada por tudo!

Durante a Beauty Fair 2016 eu tive a sorte e a honra de ganhar um super tratamento da minha querida Felps.
Quem acompanho o blog há um tempo já sabe, eu criei um amor pela marca desde que testei um conjunto de shampoo e condicionador que deixaram meus cabelos maravilhosos. (ver post aqui)

transformacao_felps

Por meio da assessoria da Manuella do Blogueiras Paulistas eu pude conhecer na feira a pessoa responsável pela contato direto com blogueiras e, fui surpreendida com o tratamento alí, na hora!

Foi aplicado nos meus fios o novo shampoo que alisa, AMAZON.

Descrição do site:
Felps Profissional The Best Shampoo que Alisa Amazon
É o melhor shampoo que alisa por ter extrato de maracujá. Com o poder antioxidante da fruta unido a D-Panthenol, realinha e controla o frizz sem quebrar as pontes de proteína dos fios e tratando os fios já danificados. Free Formaldehyde e free Paraben, o The Best Shampoo Amazon é compatível com qualquer tipo de química e pode ser usado a cada três meses.
The Best Shampoo Amazon contém ácido Hialurônico, extrato de maracujá e D-Panthenol. Seu poderoso sistema Liss Express, que em ação com o calor, realinha a estrutura dos fios e controla o frizz. Com ação antioxidante o extrato de maracujá regula a oleosidade, proporcionando leveza e balanço natural.

transformacao_1

No dia, o cabeleleiro Marcelo Amaral foi quem cuido de mim e, além de aplicar o produto seguindo exatamente o passo a passo do site (abaixo), ele fez um corte maravilhoso! Olha só:

Passo a passo do site:
1 – Lave os cabelos com shampoo antiresíduo para abrir as cutículas dos fios;
2 – Retire o excesso de água com uma toalha;
3 – Aplique 50ml do The Best Shampoo Amazon por toda a extensão dos cabelos e faça movimentos circulares somente nos fios, até obter espuma densa e abundante, sem esfregar o couro cabeludo;
4- Deixe o Shampoo alisante agir por 20 minutos. Para cabelos mais resistentes deixe agir por 30 minutos. Enxágue totalmente;
5- Seque 100% dos cabelos;
6- Separe os cabelos em mechas finas e pranche da raiz às pontas de 5 a 7 vezes;

transformacao_2 transformacao_3 transformacao_4 transformacao_5

Gente, fiquei apaixonada pelo resultado!
Meu cabelo reduziu muuuito o volume, ficou molinho, macio, cheiroso… Não dá para parar de alisar ele hahaha! #AMEI

transformacao_felps

Mais do que o cabelo, amei o tratamento de toda a equipe da Felps que, em meio a uma feira hiper movimentada e uma stand abarroada de gente, todo mundo de tratou super bem! Valeu demais!

Deixou aqui os meus sincero OBRIGADA.

Espero que tenha gostado. Não esqueça de comentar!
Beijos,

Continuar a leitura