Filtros: ar do motor, óleo, combustível e ar condicionado. Sabia que eles existem e precisam ser trocados?

E aí pessoal, belezura? Wevellys de volta!! Acho que falar sobre carros é legal, né?! E que tal algumas dicas legais pra você cuidar bem do seu? Bora caprichar na leitura rápida, vai!

Vamos aproveitar que hoje é sábado, tem aquele tempinho extra e vamos verificar esses cuidados abaixo?

Tema de hoje: sabia que existem filtros no nosso carro que precisam de cuidados? Sim, filtros! E servem para filtrar, pois é pois é pois é!!!

Muita gente nem imagina que existem e que precisam de atenção básica. Não são muitos, não são caros e podem prolongar a vida útil de vários componentes que você nem imagina!

Como no último tema, falamos sobre combustível, vamos começar então com o “FILTRO DE COMBUSTÍVEL”!

Nada mais é que um item que ajuda a filtrar as impurezas (pó, água, sujeiras em geral) que entram no tanque de combustível, assim, evitando que cause problemas no motor… ou seja, é importante trocar esse item e não é tão caro!!

Com sujeira no motor, pode causar diversos danos a componentes bem mais caros e até te deixar na mão, sem carro por uns dias! Imagina que tristeza?

Bom, normalmente, os manuais do proprietário pedem a troca a cada 10.000 km (vale a pena ler o seu e trocar na hora certa, mas se não achar, que tal seguir a regra dos 10.000 km?). Um item relativamente barato e fácil de trocar, afinal, quase qualquer loja de troca de óleo e até mesmo alguns postos de combustíveis trocam esse item! A troca dele garante que você tenha mais tranquilidade no dia a dia, evitando mandar sujeiras pro motor e até mesmo evitando forçar a bomba de combustível, mandando sempre a quantidade certa e necessária pro seu carro trabalhar como saiu de fábrica!

Vamos ver agora o “FILTRO DE AR DO MOTOR”. Sim, do motor, pois depois falaremos de outro filtro de ar, o condicionado!

Nossos motores a combustão funcionam com a mistura da queima do combustível com o ar, assim, gerando a potência e o funcionamento ideal na câmara de combustão. Cada carro tem suas particularidades de “ar versus combustível” para ter um funcionamento ideal, mas em comum, todos precisam dessa mistura.

Novamente, o filtro aqui serve para evitar as impurezas entrando na câmara de combustão, assim, protegendo o motor e o desgaste de itens mais caros e que podem fazer seu carro andar “irregular”, gastando mais combustível e até mesmo te deixando na mão por problemas no motor!

Outro item que não é tão caro e exige um cuidado especial. Normalmente, as montadoras pedem a troca a cada 10.000 km, mas vale ler o manual do proprietário novamente. Ahhh, e se você andar muito na praia (areia) ou estradas (terra), vale a pena trocar a cada 7.500 km, afinal, o ar leva essas impurezas e, quanto mais você anda em regiões assim, maior será a sujeira retida pelo filtro e assim, aumentará seu desgaste! Vale a pena ficar atento…

Agora, falaremos do “FILTRO DE AR CONDICIONADO” e por quais razões trocar…

Esse item já não é obrigatório a troca, podendo ser “higienizado”, ou seja, apenas limpo com alguns produtos. Recomenda-se uma revisão nesse filtro e ver a necessidade de limpeza ou troca a cada 20.000 km. Ele não vai afetar o desempenho do carro e nem causar maiores manutenções, mas ele está ligado diretamente a sua saúde! Sim, é importante pensarmos que ele filtra o ar que entra no carro e vai refrescar sua cuca enquanto está no engarrafamento as 15h com o sol te fritando! Imagina um filtro de ar condicionado sujo, com acúmulo de impurezas e você respirando isso? Já basta tanta poluição que temos diariamente, né?! Um cuidadinho a mais com ele, sua saúde vai agradecer (e o cheiro ruim que pode sair do ar condicionado, sumir!).

Por fim, vamos falar do “FILTRO DE ÓLEO”!

Esse já serve para filtrar, novamente, possíveis impurezas que entrarem no motor e se juntam ao óleo que o lubrifica. Imagina que o filtro de ar do motor não deu conta, entraram impurezas no motor que com a passagem do óleo, começaram a se espalhar? Pois é, não parece bom, certo? E não é!

Então entra o filtro de óleo para limpar e reter essas possíveis impurezas, deixando o motor sempre “limpo” e lubrificado de forma decente.

Recomenda-se a troca do filtro de óleo toda vez que trocarmos o óleo (isso pode ser a cada 5.000, 7.500, 10.000 km, depende do tipo de óleo que você usa, mas veremos isso num próximo post!).

Aqui, novamente, a dica é que leia no manual do proprietário qual a frequência que deve ser trocado o óleo e, juntamente com o óleo, sempre trocar o filtro! Dessa forma, mantemos o motor da melhor forma possível, trabalhando sempre bonitinho e evitando desgaste de peças, entupimentos e até fundir o motor!!

Ah, antigamente, na época de nossos pais/avós, falava-se de trocar a cada duas ou três trocas de óleo, mas não vale seguir mais essa dica. É uma economia tão boba e, você coloca um óleo novo e o filtro tá sujo… logo, o óleo novo vai ficar sujo quando passar pelo filtro! Não terá a mesma eficácia de um óleo novo com filtro novo… (meio lógico, né?! Hahahaha)

Enfim, essa dica final sobre o filtro de óleo já nos dá uma ligação para a próxima dica de manutenção, onde falaremos sobre óleo de motor, suas diferenças e algumas dicas. Não percam!!

Tem alguma dúvida? Aproveite e deixe-a para tentarmos esclarecer! :P

E se tiver mais dúvidas, não tenha medo! Nos conte que tentaremos esclarecer sempre que possível!

Você pode conferir o último post feito por mim clicando >aqui<

Até breve! Beijos do Weel e bora #MuffinDrive!

Continue Reading

Combustível: como escolher o melhor pro seu carro e entender o consumo e custo disso

Olá pessoal! Voltei! Sou o Wevellys, conhecido como Weel, parceiro de vida da Muffin!

Após o sucesso com o post do Peugeot 3008, decidimos, JUNTOS, iniciar uma nova área de dicas no blog (com minha ajuda, claro! Hehe)…

Vamos falar sobre: CARROS! Sim, eu AMO carros e a Bru percebeu que podemos simplificar o dia a dia da galera que acompanha o blog com dicas rápidas e que, com um bom linguajar, simplificará suas escolhas!

Provavelmente faremos um post semanal, se vocês nos ajudarem a bombar isso, cada vez mais post teremos!! Por enquanto, tenho um planejamento de uns trinta temas! Sim, tem muuuuita coisa a se falar sobre carros!

Tem alguma dúvida? Aproveite e deixe-a para tentarmos esclarecer! :P

Então, sem maiores delongas, vamos ao que interessa? Primeiro post!!
Combustível: como escolher o melhor pro seu carro e entender o consumo e custo disso…

Todos sabemos que na atualidade, a maioria dos carros que saem de fábrica são “flex”, ou seja, rodam tanto com Etanol (álcool) ou Gasolina (comum, aditivada e “premium”).

Primeiramente, vamos diferenciar o que significa cada um desses combustíveis!

26/07/2017- São Paulo- SP, Brasil- Aumento dos preços de combustíveis
Foto: Paulo Pinto/FotosPúblicas

1)       Etanol, mais conhecido como Álcool: Vem de base da cana de açúcar e, como temos muito disso em plantações nacionais, o preço acaba sendo mais atrativo! Mas, em contrapartida, o carro acaba “consumindo” mais rápido, a queima dele é pior se comparado com a gasolina, mas tem sua vantagem de dar mais “cavalos/potência” ao carro. A diferença por vezes é mínima, mas alguma potência a mais acaba a ajudar no desempenho do carro em algumas situações. Imagina seu 1.0 numa ladeira íngrime no calor de 32ºC com o ar condicionado ligado? Pois é, qualquer potenciazinha a mais disponível, tornará mais fácil a subida dessa ladeira! Hahahaha

2)       Gasolina Comum: um derivado do petróleo que é refinado fora do país, ou seja, tem sua variação de preços determinada pelo preço do barril, em dólar, e é mais volátil a diferenças cambiais, por isso o sobe e desce de centavos na bomba. A gasolina também tem etanol em sua mistura, por isso, a comum não é “pura” como deveria ser e é vendida em diversos países (Brasil, né?! Sempre acaba achando um jeitinho em tudo!). O consumo dela normalmente é melhor que o Etanol, ou seja, acaba dando mais “autonomia” para o carro.  O que isso significa? Que você vai rodar mais antes de ter que abastecer novamente!!! UHUL! Menos ida ao posto, mas pagará mais caro toda vez que abastecer!

3)       Gasolina Aditivada: é uma gasolina comum, mas com aditivos que ajudam o desempenho do carro. Sua função é de limpar resíduos que ficam no carro e que prejudicam o seu funcionamento no geral. O que quero dizer com isso? Aditivada é como se fosse um detergente que está limpando o carro no geral, ajudando a tirar as impurezas, os restos de sujeira que sempre vem para o tanque de combustível e acaba prejudicando o motor com perda de potência, maior gasto de gasolina e demais probleminhas “bestas”, mas que podem afetar o dia a dia. Indicado por especialistas a abastecer 4 tanques de comum, e um de aditivada. Assim, sempre terá o carro em melhores condições.
* AHHH, e também alguns postos (sem merchan, mas o Shell é o principal) vendem Etanol Aditivado! Também é excelente pra quem abastece com Etanol para usar essa função de detergente!


4)       Gasolina Premium: Por ser mais pura que a comum e ter aditivos, ela é indicada para carros que necessitam de melhor queima de combustível! Por exemplo, os novos motores turbo que saem em muitos carros 0km nos últimos tempos (Por exemplo: Peugeot e Citroën tem os motores THP, a GM/Chevrolet tem o Cruze e Tracker, a Volkswagem tem os motores TSI, desde o Up!, passando por Jetta, Golf, etc..).
Também é indicada para quem tem mais dinheiro e que tem um Motor V8 chique na garagem (sem merchan, mas quem me dera um Mustang/Camaro/BMW agora!).
Por fim, se seu carro for um carro mais simples, não tem necessidade de abastecer com esse combustível (eu mesmo, não abasteço!)

Explicado as diferenças entre os combustíveis, como saber qual o melhor pro meu carro/bolso/economia?
Bem, existe uma conta básica: Preço da gasolina x 0.70 = preço do álcool (se mais barato, compensa álcool). Essa é uma conta base, mas isso depende do consumo de cada carro! Vou explicar abaixo…

Por exemplo, aqui em São Paulo, eu abasteço num posto que custa R$ 4,199 a gasolina comum e R$ 2,599 o Etanol. Vamos ver como fica a conta e qual compensa mais?

R$ 4,199 x 0,70 = R$ 2,939

Ou seja, se o Etanol custar até R$ 2,939 e a gasolina a R$ 4,199, compensa usar o Etanol, irei economizar bem! A média dos tanques de combustível é de cinquenta litros, ou seja, se eu for encher com Etanol, gastarei R$ 129,95. Já com gasolina comum, gastarei R$ 209,95!

Mas apenas isso basta como cálculo? NÃO!! Isso depende de carro para carro, como, por exemplo, meu carro faz em média 5km/l no Etanol e 7km/l na gasolina! Logo, no papel, como economia final, compensa mais eu abastecer com Etanol! Por qual razão?
Imagina, gasto R$ 209,95 por 50 litros de gasolina e rodo 350km. Com o Etanol, gasto R$ 129,95 e rodo 250km. Rodei menos? Sim… mas ainda compensou!
Vejamos, para rodar os mesmos 350 km que iria rodar com gasolina, faltam apenas 100 km. Se faço 5km/l, preciso de apenas mais 20 litros. (R$ 2,599 x 20 = R$ 51,98).

Ou seja, para rodar 350 km com gasolina, gasto R$ 209,95. E os mesmos 350 km com Etanol, gasto R$ 181,93 (R$ 129,95 dos primeiros 50 litros + R$ 51,98 dos 20 litros que abasteci novamente). Economia de R$ 28,02!! Já paga umas esfihas na janta do sábado! Hahaha

E agora, como saber quanto seu carro faz?
Vou te ensinar um truque simples: deixe acender a luz da reserva e assim que acender, encha o tanque! Marque a KM que o carro estava quando encheu o tanque e quantos litros couberam no seu tanque (isso mostra no marcador da bomba do posto, não esqueça de anotar isso!). Quando acender novamente a reserva, veja quantos KM você rodou e divida pela quantidade de litros. Por exemplo, rodei 420 km com 45 litros (420 / 45 = 9,33km/l). Faça o mesmo com o Etanol e, por exemplo, rodará 340 km com 45 litros (340 / 45 = 7,55km/l)
Nesse exemplo, para rodar a mesma distância, de 420 km, vejamos quanto irá gastar abaixo…

420 km com Gasolina: R$ 4,199 x 45 litros = R$ 188,95
420 km com Etanol: R$ 2,599 x 45 litros (340 km) + 11 litros (80 km restantes) = R$ 145,54

Nesse exemplo, você economiza R$ 43,41 abastecendo com Etanol. Olha que vantagem!!!
E ainda, tem alguns carros que usam a Diesel e GNV, mas como são raros, não falaremos dele para não tornar esse post um livro! Hahahahaha
Quem sabe num próximo tópico??? ;)

Agora que teve essa super dica de como avaliar se seu carro compensa andar com Gasolina ou Etanol, que tal colocar em prática e nos contar o que achou desse post?

E se tiver mais dúvidas, não tenha medo! Nos conte que tentaremos esclarecer sempre que possível!

Continue Reading