Reflexões sobre o jeito Muffin.dicas!

Esse post é muito importante para mim, acho que chegou a hora de eu responder todas as perguntas que frequentemente as pessoas me fazem… Na última semana, em diversos momentos, pessoas diferentes me perguntaram praticamente a mesma coisa, então, achei interessante fazer um post que explique tudo isso!  [domo]

– Por que o você não fala do São Paulo Fashion Week no seu blog?

Você já reparou que na semana de moda aqui em São Paulo, milhões de blogs fazem bilhões de posts sobre o assunto, e todos parecem ter o mesmo texto. Na minha opinião como leitora, eu acho isso muito repetitivo! Quero que o Muffin.dicas seja diferente, que se destaque na multidão da blogosfera,  e não que seja mais um… Eu respeito e admiro quem posta sobre o SPFW, e existem blogs que realmente fazem posts absurdamente maravilhosos.
Outro motivos para eu não querer falar do SPFW, é o fato de eu não ter nenhuma afinidade com moda CONCEITUAL, ou seja, eu sigo a regra: “Só fale no seu blog, aquilo que você tem afinidade!” – Como eu não entendo nada de moda CONCEITUAL, eu nem me arrisco a falar bobagens… Já sobre moda COMERCIAL, eu falo, pois sei as técnicas de uma boa aquisição e como lidar com o famoso “ta na moda”.

Google > Diferença entre moda conceitual e moda comercial > pesquisar

– Mas você ganha dinheiro com o blog?!

Quem me pergunta isso eu sempre vou ser verdadeira e responder: SIM – Afinal eu ganho sim e isso não tem mal algum!
Mas eu sempre completo a frase com: Se você for começar um blog para simplesmente ganhar dinheiro, DESISTA, pois não é de um dia para o outro que você fatura $$, é preciso muita dedicação, amor e principalmente vontade!
Até hoje eu faço o blog como um hobby, uma espécie de amiga que eu vou contar todas as dicas que eu aprendo.

large (1)

– Por que você não grava vídeos?

Lá em 2009, no começo do blog eu até gravava vídeos, mas não me sentia bem com a super exposição na internet, hoje em dia existe doido pra tudo e pior: o que não falta é maldade na blogosfera, então… Eu evito!
Já prometi pra mim mesma que um dia, quando eu estiver segura de mim mesma, eu grava um vídeo e posto aqui com todo o amor!

– Nossa, por que você ajuda as novas blogueiras?! Eu não contaria o “segredo” do negócio…

Juro que a frase acima é a que eu mais ouço!
Eu não saio por aí contando o “segredo” do negócio, e muito menos saio ajudando qualquer uma. Quando alguma menina me aborda falando: Bru, quero começar um blog, me ajuda?! – Eu sempre vou dizer que SIM, pois aprendi com Bel Pesce (que eu amo e admiro) o seguinte: Ajude! Ajude fazendo o bem, mesmo que você não receba nada em troca na hora, porque lá na frente algo muito bom será recompensado a você!
Eu achei de profunda dignidade essas palavras da Bel, então passo isso a diante… Depois do meu SIM, eu procuro saber se a menina vai escrever algum assunto pela qual ela tem afinidade, converso bastante e observo muito. Existem casos em que eu logo aviso: Para! Não faz isso! – Pois são meninas que só querem o blog por dinheiro. Mas também existe o caso em que eu vejo que a menina é muito boa, tem competência e eu ajudo mesmo, com todo meu amor e carinho, e lá na frente quando elas tem um resultado legal, sempre recebo elogios e agradecimentos… Isso não tem preço!   [heart]

large (2)

– Que legal, você tem um blog e eu tenho uma loja. Você não pode falar da minha loja no seu blog?!

Me sinto meio sem graça de falar isso, mas é a realidade… Falar de lojas em blogs é propaganda, e isso se chama Publieditorial!
Assim como qualquer trabalho digno de publicidade, fazer um Publieditorial tem um custo. Eu sei que parece meio grosseiro e ostensivo falar isso aqui, mas a partir do momento que você passa a dar um retorno significativo para a loja, você também precisa desse retorno, é um ciclo!

– Bru, da onde você tira tanto assunto assim?!

Minha mãe é a maior inspiração, a melhor professora sobre a vida que eu poderia ter, ou seja, eu aprendo muita coisa com ela!
Sabe aquela velha história que sua professora falava na escola: Lê, porque a leitura traz muito conhecimento! – Pois é, eu leio muita revista (seja ela online ou não), jornal, livros e assisto muitos programas. Não importa o assunto, conteúdo nunca é demais.

large (3)

Bom, foi isso!

Achei meio “libertador” fazer um post sobre esse tipo de assunto. Eu adoro quando alguém me pergunta alguma coisa sobre o blog, me sinto confortável falando de um assunto que eu gosto tanto, e é como eu disse acima: Eu faço do blog uma “amiga” e conto tudo que eu quero pra ele… cá estou!

[inlove]

Você também pode gostar de

2 Comentários

  1. Linda Bru! Você está certíssima, não temos que fazer nada artificial só porque vende e sim porque amamos… e mais uma vez obrigada! :)

    Responder

    Bruna Fernandes Respondeu:

    @Marianne, Pois é Nanny, você sabe o quanto blog é 100% dedicação! As pessoas só vêem o lado ruim das coisas e querem te pro para baixo, sempre depreciando… Temos que ser forte! [kiss]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.